Tevez no Corinthians: Cartas na mão ou blefe?

Eis que a novela Tevez chega ao fim. O Corinthians anunciou de forma oficial em seu site, às 21:47 da terça-feira, 19/07/2011, que “não existe mais tempo hábil para que a transferência seja concretizada”. Parte da torcida se revolta com  a diretoria, e parte entende que “são coisas do futebol”. Mas, afinal, como se desenrolou essa história toda?

Tudo começou quando Carlitos Tevez afirmou que não voltaria mais para Manchester e que queria ficar mais perto da esposa e filhas, na América. Na segunda feira, 11/07/2001, surgiram os primeiros rumores que o Corinthians tinha interesse no atleta, inclusive alguns conceituados bloguistas falaram em empréstimo. Em entrevista antes do jogo com a Costa Rica, quando perguntado do interesse do time paulista, Tevez falou: “se me querem, eu vou”.

Na terça-feira, 12/07, de forma transparente, o presidente corintiano Andres Sanchez concede uma entrevista coletiva dizendo que fez uma proposta pelo ídolo argentino, de 40 milhões de euros, comprometendo entre 20% e 25% da receita de TV dos próximos 4 anos e sugerindo o pagamento em 4 parcelas, de 10 milhões de euros anuais.

As primeiras informações sobre a resposta do Manchester City dão conta que o time inglês não aceitou a proposta, querendo mais dinheiro: 50 milhões de euros. O Corinthians então oferece os mesmos 40 milhões mais bônus de 4 milhões de euros de acordo com resultados obtidos pelo jogador.

Durante todo o final de semana se fala que a contratação está iminente. Segunda-feira de madrugada o mundo todo está convicto que Tevez voltaria ao Corinthians.

A ESPN inglesa interrompe a programação ao vivo para mostrar Tevez como jogador do Corinthians. BBC, The Guardian, CNN, dentre outras emissoras e jornais, anunciam que Carlitos Tevez é o novo reforço do Corinthians. A Betfair, casa de aposta inglesa, nesse momento paga 100 dólares pra cada 1 dólar apostado na permanência de Tevez no City. A Skybet, que tinha apostas sobre qual clube seria o destino do argentino na janela de verão europeu, suspende a aposta, deixando claro que o resultado já era conhecido.

Na internet brasileira a informação repercute, e todas as manchetes dão como certa a volta de Tevez. Todos do City já sabem que Tevez não fará mais parte do elenco para a próxima temporada. O técnico Mancini e Patrick Vieira, agora dirigente do clube inglês, falam do argentino em tom de despedida.

Então vem a grande reviravolta da história. O Corinthians divulga uma nota oficial, às 09:57 do dia 18/07, afirmando que “o Manchester City não aceitou a proposta corinthiana pelo atleta” e que “o clube enviou ao Corinthians uma contraproposta nesta madrugada, que devido ao fuso horário só chegou ao conhecimento da diretoria alvinegra agora pela manhã. Na contraproposta, o clube inglês pede mudanças na forma de pagamento e no valor total da transação. Além disso, o Manchester City também faz questão de que Tevez abra mão de uma quantia pendente com o clube inglês. ”

Cautela… esse parece ser o motivo para a nota ter sido emitida. Quando os ingleses tomam conhecimento dessa nota, ficam confusos, atônitos. Ninguém entende porque o City confirma a contratação e o Corinthians nega. Surgem então teorias de que o presidente corintiano estaria blefando, e que, quando o City pediu para que o Corinthians “mostrasse as cartas”, o Corinthians não tinha nada.

A Fiel continua acreditando, e nas as casas de apostas a probabilidade de retorno ainda é bem alta. Na betfair a cota pra quem apostar na permanência de Tevez é agora de 11/1, e na Skybet o mercado sobre a saída de Tevez é reaberto, com uma cota de 1,2 a favor do Corinthians, ou seja, quem apostasse 1 dolar que Tevez iria para o Corinthians receberia apenas 20 centavos de dólar de lucro, ao passo que quem apostasse no Real Madrid a casa pagaria 5/1, na Juventus 8/1, na Inter 20/1 e no Málaga 25/1. Por esses números, a probabilidade do jogador vir ao Corinthians ainda era alta, entre 70 e 80%.

O interessante também é que Roberto de Andrade, diretor de futebol do Corinthians, em entrevista ao programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, no domingo, e à rádio Bandeirantes na segunda feira, sempre fala de Tevez já como alguém contratado, afirmando várias vezes que “nós estamos trazendo o Tevez para…”

A partir desse momento toda e qualquer informação oficial não existe, até a noite da terça. Jornalistas e “jornalistas” brasileiros sugerem teorias, falam do paradeiro de Tevez e Edu Gaspar, entrevistam Kia e o advogado de Tevez, postam informações da contratação e desistência no twitter, blogs e sites da vida, etc. Alguns até criam entrevistas falsas com Sanchez. Enfim, tudo a partir desse momento é uma incógnita.

Alguns sugerem que o City quer parte do dinheiro à vista, e alguns desmentem essa informação, afirmando que o City quer garantias do Corinthians de que será pago. Surge ainda a informação que o time inglês quer repassar pro time paulista uma dívida que tem com Tevez. A visão geral ainda é que o Corinthians está apenas esperando a papelada chegar para dar entrada na FIFA e só depois anunciar o jogador.

Eis que na terça a tarde o clima começa a mudar. Blogueiros e twitteiros, alguns jornalistas, dizem que o clima mudou na diretoria, e só um milagre poderia trazer o argentino. Na terça à noite, 19/07, exatamente às 21:47, o Corinthians oficializa a desistência da contratação do ídolo argentino, afirmando que “não existe mais tempo hábil para que a transferência seja concretizada, tendo em vista que a janela de inscrições para atletas vindos do exterior se encerra nesta quarta-feira, dia 20 de julho.’’

Por uma ironia do destino, a janela fecha no dia 20 de julho porque alguns times, principalmente o Corinthians e o Grêmio, fizeram a solicitação de antecipação da mesma. A janela começaria apenas em 3 de agosto, e foi antecipada pela CBF para começar no fim de junho, a pedido dos clubes.

Enfim, esse foi apenas o resumo da história, mas o que podemos concluir e tirar de lição desse caso todo, e a partir daqui eu farei alguns questionamentos, baseado em teorias que surgem e no que lemos. Não vou emitir opinião definitiva sobre o assunto, porém.

  • O Corinthians queria contratar Tevez, em uma transação de mais de 100 milhões de reais, sem apresentar nenhuma garantia que iria pagar? A garantia tinha que ser apresentada já no momento da proposta, e não porque “o City pediu”.Não é assim que funciona não?
  • Quem estava mentindo na segunda-feira? City ou Corinthians? Alguém estava blefando nessa história, com certeza. O Corinthians não podia pagar ou o City falou que tinha aceitado pra ficar bem na fita e a culpa na história ser do Corinthians?
  • Quanto tempo demora afinal para a situação da transferência ser regularizada pela FIFA? Só nesses últimos dias de mercado, uma dezena (Canete, Jô, Henrique, Alan Kardec, Piris, André, Denilson, Ibson, Lanzin e Sandro Silva) de outros jogadores foi contratada por times brasileiros, e nenhum deles reclamou da falta de tempo para inscrição do jogador. Um jogador do Manchester, Jô, foi contratado pelo Internacional na terça-feira e poderá ser regularizado tranquilamente. Alguns alegam que uma coisa é uma negociação de 100 milhões e outra um empréstimo, mas o TEMPO para a documentação ficar pronta na teoria não seria igual? Não falo de elaboração de cláusulas de contrato, mas de enviar a documentação e receber o aval da FIFA.
  •  Afinal, o Corinthians conseguiu as garantias e não conseguiria inscrever a tempo ou não tinha as garantias para apresentar?
  • Sanchez vem falando há 3 anos que não negocia com jogador do Kia. Kia, afinal, é o que do Tevez? Toda hora ele tava dando entrevista sobre o negócio. Qual a participação de Kia nisso tudo?
  • As eleições de final do ano pesaram ou não nisso tudo. Aliás, se a novela se manter até o final do ano, com o propósito de trazer Tevez em janeiro, seria mais fácil da atual diretoria eleger um substituto?
  • Também sobre a sucessão presidencial, e isso é realmente uma dúvida, pode um presidente se comprometer com pagamentos de 10 milhões de euros para cada um dos anos subseqüentes mesmo se não tiver sua chapa reeleita? Só para constar, Roberto de Andrade deixou claro que a questão de o Conselho do clube ter que votar contratações com valores altos é balela. O que tem que ser aprovado é empréstimos a partir de um certo valor.
  • Ainda sobre Roberto de Andrade, qual o motivo de ele afirmar a cada momento que “estamos trazendo o Tevez pelo motivo X ou Y”, no domingo à noite, e o clube, ao se pronunciar na segunda pela manhã, disse que só naquele momento havia chegado a contra-proposta do Manchester.
  • Caso a história toda fosse um blefe, Edu Gaspar iria se queimar com os ingleses? Creio que não.
  • Afinal, qual o papel que o Tevez teve na tentativa de convencer o City? Ele não emitiu nenhuma nota, nenhuma entrevista, nada, desde o dia em que Sanchez anunciou o interesse. Se ele tivesse batido o pé nos EUA, sábado ou domingo, onde o City estava, o final poderia ter sido diferente?
  • Afinal, qual o “grau” do SIM do City na segunda-feira? O SIM englobava forma de pagamento também?

Fica bem claro que duas correntes de opiniões bem distintas se formam entre os torcedores.

  • CORRENTE 1 – O Corinthians realmente quis contratar o Tevez e o City ficou a cada momento pondo uma nova exigência na negociação a fim de atrasar o time paulista para que não conseguisse finalizar tudo até o dia 20/07 e ainda levasse a culpa.
  • CORRENTE 2 – Sanchez teria realmente feito a oferta, para tirar o foco do lance do estádio e angariar votos para sua chapa na eleição. Surpreendentemente para ele, o City aceitou, e ele, não podendo assumir que era tudo um blefe, veio com a história de que não haveria tempo suficiente para a negociação ser finalizadas antes de 20/07.

Eu não vou dar minha opinião sobre o caso, porque não tenho as informações para tal, mas espero ter conseguido levantar a maior parte das informações e “teorias” sobre o caso Tevez.

Porém, o que esperar do Corinthians agora? Quais foram os pontos positivos e negativos dessa negociação?

Eu diria que os pontos positivos foram os seguintes:

  • O Corinthians ganhou um espaço na mídia mundial importante, como nenhum outro time brasileiro jamais teve, nessa última semana.
  • As críticas e mentiras de alguns setores da mídia e da oposição com relação ao estádio foram meio que esquecidas, e isso fez com que o clube pudesse fechar o contrato com a Oderbrecht de forma mais “tranqüila”.
  • O Corinthians foi o pioneiro mais uma vez, mostrando que um clube brasileiro pode ir lá fora e contratar o melhor jogador da última temporada do melhor campeonato europeu.
  • O clube foi transparente, apresentando as informações via nota oficial e coletivas, sem deixar a parte sensacionalista da imprensa distorcer muitas informações.
  • Se muitos diziam que Tevez causaria ciúme e intrigas no grupo, o qual eu não acredito, esse problema não existirá.

Já os pontos negativos, a meu ver, foram os seguintes:

  • Se o fator preponderante para a negociação não ter dado certo foram realmente as tais garantias, o Corinthians perderia muita credibilidade no mercado europeu.
  • O Corinthians mostrou que tem dinheiro, e agora todo e qualquer jogador que for para lá deve querer receber mais, e qualquer clube com o qual ele for negociar vai querer supervalorizar seus jogadores.
  • Nessa última semana de janela, um ou dois jogadores de qualidade poderiam ter sido contratados, para fechar o elenco, mas todas as atenções se dividiram entre o estádio e a tentativa de contratação de Tevez. Ou, melhor, jogadores como William e Paulinho poderiam ser comprados pelo time, afinal, são reféns de grupos de empresários.
  • É muito provável que a tentativa de contratação de Tevez seja usada como manobra eleitoral, no final do ano, podendo mais uma vez iludir a torcida.

Enfim… a Fiel se uniu, sorriu, chorou, escreveu quase 100.000 mensagens em redes sociais nessa última semana, mas tem uma certeza dessa história toda. O Corinthians é forte no mundo todo e pode peitar qualquer um, até mesmo a CNN. Nada mau para “um time pequeno de São Paulo”.

Com Tevez, a taça do Brasileirão 2011 já estava empacotada para ser enviada ao Parque São Jorge. A CBF disse que não vai desempacotar ainda o troféu, vai apenas esperar um pouco mais para enviar, afinal, ainda somos o líder, invicto e com a melhor campanha da história dos pontos corridos.

Anúncios

~ por sergiokid em julho 20, 2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: