O centenário do Internacional

O Internacional entrou em 2009 disposto a comemorar seu centenário ganhando tudo. Embora se tenham auto-intitulado “campeões de tudo” após ganhar a copa sul-americana do ano passado, a torcida teve um gosto amargo de não ver o time classificado para a Libertadores desse ano, quando iria tentar mais uma vez conquistar o mundo, no ano do centenário.

De qualquer forma, o ano do centenário do time tem tudo para ser glorioso, pois depois de conquistar o campeonato onde as finais só acabam depois de 8 gols (gaúcho), o time segue firme na Copa do Brasil, é um dos favoritos ao título do brasileirão e ainda pode ganhar a Recopa Sul-Americana (contra a LDU) e a Copa Sul-Americana.

Seria uma exceção a uma regra que vem se instituindo no futebol brasileiro: time grande + centenário = fracasso. Vejamos o porquê:

Flamengo (1995) – Um time caro, formado pelo “melhor ataque do mundo” (Sávio, Romário e Edmundo) e por Vanderlei Luxemburgo, só podia dar em…. brigas! O mais perto que o time chegou de um título foi o campeonato carioca, perdido com o famoso gol de barriga de Renato Gaúcho. Chegou ainda às semifinais da Copa do Brasil, perdendo para o vice-campeão Grêmio, e à final da Supercopa dos campeões da Libertadores, sendo derrotado pelo Independiente. No Brasileiro, uma vergonhosa 21ª posição.

Carioca – Vice campeão
Copa do Brasil – Semifinais
Brasileiro – 21º
Supercopa – Vice campeão

Fluminense (2002) – Ganhou o “Caixão”, o esvaziado campeonato carioca em que os times grandes, mais preocupados com o Torneio Rio-São Paulo, jogaram com os reservas. Foi até bem no brasileiro, eliminado apenas pelo Corinthians nas semifinais, terminando em quarto lugar.

Torneio Rio-São Paulo – 5º
Carioca – Campeão
Copa do Brasil – 4ªs de final
Brasileiro – 4º

Grêmio (2003) – Tinha como sonho para o centenário ganhar a Libertadores, mas foi eliminado nas quartas de final, pelo Independiente Medellin. Perdeu o campeonato gaucho para o rival Internacional, que não o ganhava desde 97. No brasileirão, salvou-se do rebaixamento nas últimas rodadas, após ganhar 13 pontos nas últimas 5 rodadas.

Gaúcho – Terminou em último lugar no “grupo dos grandes”
Libertadores – 4ªs de final
Brasileiro – 20º
Copa Sul-Americana – 1ª fase

Botafogo (2004) – O time não tinha tantas expectativas de títulos, pois acabara de subir de volta à primeira divisão. Mas ser eliminado na segunda fase da Copa do Brasil pelo Gama e não chegar sequer às semifinais da Taça Guanabara ou da Taça Rio foi pior que o esperado. Só se salvou de um novo rebaixamento no brasileiro no último jogo, contra o Atlético Paranaense em Curitiba, acabando como o último dos não-rebaixados.

Carioca – 5º
Copa do Brasil – 2ª fase
Brasileiro – 20º

Atlético Mineiro (2008) – Tomar de 5 do Cruzeiro na final do mineiro e conseguir ser eliminado pelo Botafogo nos mata-mata da Copa do Brasil e Sul-Americana. Esse foi o centenário do Atlético. No Brasileiro, uma 12º colocação.

Mineiro – Vice
Copa do Brasil – 4ªs de final
Brasileiro – 12º
Copa Sul-Americana – 1ª fase

O único time que se salva é o Vasco da Gama. Em 1998, o time conquistou a Libertadores, seu título mais importante, e o carioca, após vitória nos dois turnos.

O Coritiba é o outro que completa centenário esse ano, dentre os grandes do futebol brasileiro. As semifinais da Copa do Brasil, contra o próprio Inter, são uma grande esperança de conseguir algum título no ano, pois já perdeu o paranaense para o Atlético.

Anúncios

~ por sergiokid em maio 27, 2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: